Header Ad Widget

Jogadores de Battlefield V no Linux estão sendo banidos, EA responde



O Windows é um dos sistemas operacionais mais populares que existem no mundo, embora muitos jogadores prefiram usar o sistema Linux.

E qualquer usuário que tenha tentado rodar jogos compatíveis com DirectX no Linux, sabe que não é tão simples, sendo necessário ter um software adicional.

Resumidamente, para o Linux existe a ferramenta "Wine", um emulador do software da Microsoft que permite você instalar programas do Windows no sistema, e é exatamente aqui que parece haver um problema.

Diversos jogadores do Battlefield V no Linux entraram em contato com o suporte da EA Games por terem suas contas suspensas, acusados de usarem ferramentas de trapaça/hack. Segundo os usuários, o banimento está ligado ao DXKV (um pacote para esses "emuladores"), que estaria sendo identificado pelo anti-cheat do game.

Leia também: DICE LA receberá novo nome e não dará mais suporte ao Battlefield.

Mesmo se explicando, a Electronic Arts afirma que as proibições não estão erradas e que foram aplicadas corretamente.

Dificilmente a desenvolvedora voltará atrás, já que os requisitos do sistema do Battlefield V mostram que o jogo não foi desenvolvido para suportar Linux e que o bom funcionamento só é garantido no Windows 7 64-bit, Windows 8.1 e Windows 10.

Na página oficial do DXKV no GitHub, os desenvolvedores do projeto alertam seus jogadores sobre possíveis banimentos por conta das manipulações dos pacotes Direct3D.

Não se sabe se após várias denuncias, a EA tomará alguma atitude positiva, por enquanto os usuários do Linux não devem jogar o Battlefield V.

Mantenha-se sempre atualizado! Siga o BattlefieldBR no Twitter e Instagram, curta a gente no Facebook e inscreva-se no nosso canal no YouTube.

Comentários

Notícia Anterior Próxima Notícia