Header Ad Widget

Veteranos de Dead Space se reúnem para desenvolvimento de spin-off do PUBG


O ex-gerente geral da Visceral Games Glen Schofield fez do veterano em Dead Space, Steve Papoutsis, uma das primeiras contratações em seu novo estúdio, o Striking Distance, patrocinado pela PUBG.

Na Visceral, Papoutsis liderou o desenvolvimento da franquia Dead Space e acabou se tornando gerente geral após a saída de Schofield para a Activision’s Sledgehammer Games.


Ele foi particularmente influente sobre a criação da continuação do jogo, Dead Space 2, liderando a conceituação e desenvolvimento.

Durante o período em que estiveram separados nos estúdios rivais, os dois se destacaram com o Call of Duty de 2014: Advanced Warfare - dirigido por Schofield - e o Battlefield: Hardline de Papoutsis.

Na Striking Distance, que está trabalhando em uma "experiência de narrativa original" no universo PUBG, Papoutsis atuará como diretor de desenvolvimento.

Steve Papoutsis

A Striking Distance contratou uma série de outros veteranos da Visceral e Sledgehammer, incluindo o diretor narrativo sênior Scott Whitney (Dead Space, Advanced Warfare), o chefe de criação Christopher Stone (Dead Space, Advanced Warfare), diretor de animação Primo Navidad (Dead Space 1–3) e o animador Tristan Sacramento (Dead Space 3, CoD WWII), de acordo com seus perfis no LinkedIn.

Schofield e Michael Condrey (co-fundadores da Sledgehammer), deixaram o estúdio em fevereiro de 2018, logo após o lançamento de Call of Duty: WWII. Condrey formou um novo estúdio com a 2K.

De acordo com um relatório, as saídas dos co-fundadores foram impulsionadas pela remoção dos deveres de desenvolvimento do co-líder da Sledgehammer no jogo Call of Duty de 2020.

O que resultará dessa união de veteranos do mundo dos games ainda não sabemos, mas com certeza podemos esperar algo inovador e surpreendente.

Comentários

Notícia Anterior Próxima Notícia