Header Ad Widget

World War Z vs. Left 4 Dead 2, quem se sai melhor?

World War Z vs. Left 4 Dead 2, quem se sai melhor?

Infectados

O jogo World War Z compartilha muitas características com Left 4 Dead 2 da Valve. No entanto, será que o shooter cooperativo de zumbis da Valve ainda se mantém insuperável? Vamos analisar as melhores qualidades de ambos os shooters de zumbis cooperativos e ver qual sai por cima.

Os Zekes (infectados) do World War Z e os zumbis do Left 4 Dead 2 fornecem desafios semelhantes para serem superados. Os infectados especiais do Left 4 Dead são clássicos e lembram os únicos infectados especiais encontrados no World War Z. O Charger é o Bull e o Hunter é o Lurker. Em termos de infectados especiais, Left 4 Dead tem as criaturas mais notórias e árduas entre os shooters de zumbis.

Leia Também: Nova missão e novo zumbi especial chegarão em breve para o World War Z, gratuitamente

Os infectados comuns de World War Z são um pouco mais formidáveis ​​que os zumbis do Left 4 Dead, capaz de subir em plataformas altas construindo uma pirâmide de corpos improvisada. Considerando que os infectados de Left 4 Dead estão limitados a correr e escalar, os infectados comuns de World War Z são mais perigosos, mas isso não é suficiente. Os infectados especiais acrescentam outro nível de inimigo para enfrentar. Com a seleção de infectados especiais de Left 4 Dead 2, qualquer outro inimigo de World War Z pode ser ofuscado.

Os vários infectados especiais em Left 4 Dead fornecem várias maneiras de impedir os sobreviventes. Onde World War Z tem 4, Left 4 Dead 2 tem 7. Witcher, Hunter, Tank, Spitter, Boomer, Smoker e Jockey, cada um tem aparências, sons e habilidades distintas. Dominando facilmente a variedade inimiga em comparação com World War Z.

Vencedor: Left 4 Dead 2



Próximo round!

Ambos Left 4 Dead 2 e World War Z são feitos para serem jogados várias vezes. Cada nova aventura muda ligeiramente os objetivos e a dificuldade se altera com base no desempenho do jogador. Nem mesmo 2 jogadas seguidas serão da mesma maneira, com os inimigos agindo dinamicamente a cada rodada.

O principal problema com Left 4 Dead é que ele não tem qualquer sistema de progressão ou incentivo para continuar jogando. É divertido tentar desbloquear todas as conquistas, mas você não ganhará nada com isso, ou seja, não irá melhorar seus personagens ou armas por exemplo.

Leia Também: Criadores de Left 4 Dead anunciam novo jogo de zumbis chamado Back 4 Blood

World War Z resolve esse problema fornecendo um sistema de atualização para um multiplayer competitivo e cooperativo. Os jogadores ganham experiência para upgrades encorajando os jogadores a continuar jogando. Mas isso pode tornar-se vexatório, já que os jogadores precisam comprar as atualizações (com dinheiro do jogo) e depois de desbloqueá-las. Então o processo pode não ser tão rápido, o que pode ser bom para alguns jogadores e irritante para outros.

Left 4 Dead 2 dá aos jogadores a chance de jogar como um infectado especial, o que é incrível. Uma característica que está surpreendentemente ausente em World War Z. Mas como no modo cooperativo, não há atualizações ou sistema de progressão. Esse desejo de desbloquear novos upgrades e itens fornece uma sensação de melhoria que o Left 4 Dead 2 precisava desesperadamente.

Vencedor: World War Z



Os sobreviventes

Ambos os jogos limitam a quantidade de informação fornecida ao jogador. Grande parte do foco continua na jogabilidade, atirando em zumbis e chegando ao próximo objetivo. Left 4 Dead requer pesquisa externa e análise crítica do ambiente para entender completamente o que está acontecendo. O mesmo pode ser dito para World War Z, com poucas informações fornecidas ao jogador.

Onde Left 4 Dead supera World War Z são nos personagens. A Saber Interactive fez um bom trabalho projetando os modelos de personagens e tentando fornecer uma história para cada um deles, mas não é suficiente. As campanhas desconectadas e as narrativas curtas tornam todos esses rostos esquecíveis.

A Valve impede isso mantendo o jogador em contato com cada um dos sobreviventes jogáveis. Seja Louis, Coach, Zoey ou Ellis, sua voz e personalidade estão profundamente enterradas em sua cabeça. Você está constantemente fornecendo pequenos vislumbres do passado e da vida do sobrevivente, sejam os hábitos de jogo de Nick ou o amor de Zoey pelo filme. Essa conexão e lembrete contínuo de quem você está ajudando, solidificam cada um dos sobreviventes em Left 4 Dead.

Vencedor: Left 4 Dead 2



Qual escolher?

Semelhante a um sistema de progressão, World War Z fornece muito mais armas do que Left 4 Dead 2. Cada uma com sua própria árvore de progressão que aumenta a força da arma. Além disso, 6 classes estão disponíveis com diferentes árvores de habilidades e com várias opções disponíveis dentro dela. A Saber Interactive garantiu que os jogadores pudessem escolher qualquer classe que quisessem, tornando os personagens mais atrativos e não vinculando-os a papéis específicos.

Left 4 Dead 2 tem muita variedade de armas. Com armas automáticas, opções de ataque corpo-a-corpo e melhorias de desempenho, como seringas de adrenalina. A maioria das armas é uma questão de gosto pessoal, com pequenas atualizações dadas durante cada campanha, como mira laser ou munição especial. É básico e mantém o campo de jogo nivelado durante as partidas, mas fica um pouco sem graça. Ter a opção de classe e arma fornece opções mais interessantes durante as campanhas. Jogar como um Medic em oposição a um Gunslinger no World War Z torna a jogada diferente à medida que você testa novas habilidades. Jogando como Zoey ou Francis não faz muita diferença.

Vencedor: World War Z



A aventura e diversão cooperativa de Left 4 Dead 2 ainda se mantém hoje. Sobrevivendo a horda de zumbis, evitando as Witchers e assumindo o Tank ainda hoje é divertido. Mas para você que já jogou muito Left 4 Dead e estava a espera de um bom jogo semelhante, com certeza World War Z é indicado para você e lhe ocupará várias e várias horas.

Comentários

Notícia Anterior Próxima Notícia