Header Ad Widget

Uma Década de Battlefield: Classificação dos jogos de 2010-2020



Já estamos em 2020 inaugurando uma nova década e esse é um bom momento para olhar os últimos 10 anos dos jogos da franquia Battlefield antes de uma nova geração chegar.

Leia também: Battlefield 6: Rumores sobre o próximo Battlefield de 2021

Abaixo você confere uma lista com os Battlefield's da década (2010 - 2020). A comunidade classificou essa ordem com base em uma votação, mas não se preocupe se o seu jogo favorito não estiver em primeiro.


Battlefield V (2018)

Estamos começando esta lista com o atual jogo Battlefield. O BFV teve seus altos e baixos e atualmente vem dividindo a comunidade com sua nova reformulação do TTK.

Apesar disso, há muito o que gostar no Battlefield 5. O modo multiplayer oferece uma das melhores mecânicas para um jogo FPS nos dias de hoje, a jogabilidade, movimentação responsiva e gunplay, por exemplo, são coisas a se elogiar desde o lançamento. Além de um visual poderoso e detalhado, graças a tecnologia de ponta, com uma empolgante e monumental trilha sonora.

O Battlefield 5 também acabou com o Premium, lançando conteúdos sem custo adicional. Algumas pessoas preferem que a DICE siga a rota Premium do Battlefield novamente se isso significar melhor suporte, liberação consistente de mapas, armas e muito mais.


Battlefield Hardline (2015)

O único jogo de Battlefield nesta lista não desenvolvido pela DICE, mas sim criado pelo extinto estúdio Visceral Games, Battlefield Hardline foi o último jogo de Battlefield lançado no PS3 e Xbox 360, oferecendo uma proposta diferente de guerra.

Em vez de uma guerra real, os jogadores jogavam como policiais e criminosos e lutavam em bancos, ruas, estacionamentos e muito mais. A Visceral introduziu vários elementos de levolution em seus estágios, e até mesmo uma nova maneira de reabastecer e obter medkits de colegas de equipe sem a necessidade de eles realmente fazerem qualquer coisa (esse método também foi empregado pelo BFV).

Embora o Hardline tenha um ritmo um pouco mais rápido do que os jogos anteriores do Battlefield, ele rapidamente desapareceu.


Battlefield 1 (2016)

Apesar de ter sido ambientado na Primeira Guerra Mundial, o Battlefield 1 ofereceu um monte de novas mecânicas de design e jogabilidade não vistas nos títulos anteriores. Os jogadores foram apresentados a classes baseadas em veículos, classes Elite e até os veículos Colossais.

Possivelmente, a única grande desvantagem do Battlefield 1 em comparação com outros jogos é a falta de variedade de armas. Além disso, o Battlefield 1 ofereceu a conhecida fórmula do Battlefield quando se trata de tiroteios, mecânica de jogo, design de mapas e assim por diante.


Battlefield 4 (2013)

O Battlefield 4 introduziu uma destruição em larga escala chamada "Levolution", que viu prédios inteiros desmoronarem, barragens explodirem, afetando a maneira como o mapa fluiu, pontos de captura e muito mais.

Além disso, a DICE aprimorou a personalização das armas para o Battlefield 4, permitindo que você misturasse e combinasse acessórios diferentes para suas armas.

No entanto, entre as coisas boas que todos nós lembramos com carinho agora, o BF4 foi atormentado por falhas técnicas quando foi lançado desde que sua estreia coincidiu com o lançamento do PS4 e Xbox One.


Battlefield: Bad Company 2 (2010)

O Bad Company 2 conquistou os jogadores com a introdução da destruição total, que viu estágios inteiros nivelados por explosões, tiros e assim por diante. A quantidade de destruição oferecida em Bad Company 2 rapidamente se tornou um item básico da franquia, que até hoje é considerado o ponto alto da série.

Além da destruição, a Bad Company 2 introduziu uma ampla gama de dispositivos e equipamentos exclusivos (UAV controlável) E até mesmo uma racionalização de como as classes funcionavam (Medic, Support Recon e Engineer). Esta nova visão sobre classes, gadgets, menor número de jogadores em uma partida foi jogada em alguns dos melhores mapas que a franquia já viu.

Bad Company 2 também apresentou uma das melhores DLC, Battlefield: Vietnam, que viu mudanças no modelo de personagem (naquela época, mudar a aparência dos personagens não era tão prevalente nos jogos de tiro on-line), novas armas, novos mapas e novas maneiras de jogar.

Para enfatizar ainda mais o quanto os fãs amam a Bad Company 2, qualquer conversa sobre a possibilidade de Bad Company 3 deixa os fãs empolgados.


Battlefield 3 (2011)

Embora o Battlefield 3 possa não ter uma destruição tão profunda quanto BC2 ou oferecer o mesmo tipo de peças de levolution em larga escala vistas no Battlefield 4, ele foi mais do que compensado por tiroteios fantásticos, uma mistura perfeita que adorávamos no Battlefield 2 e possivelmente, o conjunto de mapas mais memorável de todos os jogos de Battlefield. Até hoje, ainda vemos servidores com Operação Metro.

Tirando a campanha esquecível e introdução um pouco bugada do Battlelog, a série em geral foi bem recebida, trazendo muitos novos jogadores, modos de jogo com cinco expansões.

Siga o BattlefieldBR no Twitter e Instagram, curta a gente no Facebook e inscreva-se no nosso canal no YouTube.
fonte: mp1st

Comentários

Notícia Anterior Próxima Notícia