Header Ad Widget

Análise do Call of Duty Modern Warfare por um veterano do Battlefield



O beta aberto do novo Call of Duty Modern Warfare ficou disponível para todos neste final de semana. Eu (Hinachi), tive a oportunidade de jogar e neste artigo irei comentar meu ponto de vista sendo um jogador veterano de Battlefield.

Sendo assim, em alguns momentos vou usá-lo como comparação, ok? E vale lembrar que é minha opinião e tenho uma perspectiva que Battlefield V e o Modern Warfare são jogos "diferentes" e você pode ser feliz jogando os dois, sem precisar escolher um lado.

Então, aquele papo de "O novo COD está vindo ai e vai matar o BF", sinceramente não aconteceu comigo, pelo contrário, eu vi o quantas qualidades tem o Battlefield, principalmente durante meu relato do modo 64 players. E se você jogou, gostaria que deixasse o que achou nos comentários.

Bora começar com os pontos positivos do Call of Duty Modern Warfare

Movimentação

Quem sair do Battlefield V para jogar o Call of Duty não irá sentir muitas diferenças na movimentação. O novo COD tem uma movimentação bastante fluída e responsiva, mesmo sendo um jogo com ações mais demoradas.

Talvez você estranhe uma leve desaceleração no momento em que executar um slide, mas de resto fique tranquilo que você conseguirá sair correndo igual faz no Battlefield. Vale lembrar que no COD existem dois tipos de corridas, uma sendo mais rápida que a outra (que por sinal se esgota).

Gunplay

A troca de tiro do novo Call of Duty está sensacional, você terá um certo prazer em atirar e conseguir eliminar seus adversários. O som das armas estão bons e isso foi uma evolução em relação aos CODs anteriores no qual os sons dos disparos eram praticamente iguais.

No Moderd Warfare 2019 você conseguirá sentir o peso das armas e se sentirá vitorioso a cada eliminação. Porém, apesar de terem falado que o coice (recoil) das armas seriam mais perceptível, eu realmente acho que não mudou muito. Todas as armas aparentam não possuir recoil, até mesmo nas metralhadoras leves.


Armas e Gunsmith

Outro ponto que não podemos esquecer é a seleção de armas bem extensa, o arsenal do jogo tem uma ampla variedade. Você poderá ir dos rifles de assalto, passar pelas submetralhadoras e chegar nos rifles de precisão tendo várias opções diferentes.

A customização a primeira vista parece bem simples, mas conforme for jogando com a sua arma favorita e subir seu nível, diversas novas opções de acessórios irão aparecer, aumentando o número de combinações. Com certeza, qualquer fã do loudout do Battlefield 4 iria adorar.

Você poderá personalizar sua arma da maneira que quiser e o lado bom é que praticamente todos os acessórios tem um efeito positivo e outro negativo, então, sempre há um certo equilíbrio nas suas escolhas.

Perks

Os perks (aquelas especialidades do soldado) são uma boa adição e você poderá fazer várias combinações para o seu soldado. A escolha é sua e tudo é deixado nas suas mãos para personalizar do jeito que quiser. Usar isso a seu favor irá te conceder mais eliminações, com certeza.

Falei um pouco das coisas legais, então vamos para a parte que eu não gostei no novo Call of Duty Modern Warfare.

Som dos Passos:

Primeiro, o som dos passos inimigos não está 100%, as vezes você se confundirá muito com os seus aliados e terá situações que você nem ouvirá o inimigo vindo atrás.

Eu esperava por algo mais parecido com o Battlefield 1 e foi bem longe disso, testei várias opções de áudio diferentes e acabei ficando entre o Headphone 3 e o TV3, mas ambos não foram satisfatórios.



Spawn

O respawn está aleatório demais! Eu estou acostumado com spawn que são parecidos com os existentes no modo TDM ou Domination do Battlefield.

No COD, houve várias situações em que eu nasci literalmente no meio de 4 inimigos ou pior. Teve uma situação que logo após o meu reposicionamento, eu saí para ir até a zona de conflito e acabei sendo morto por um inimigo que nasceu exatamente no mesmo lugar que eu segundos atrás.

A quantidade de vezes que você morre pelas costas é mais frustante do que morrer pra campers.

Gráficos

Achei o gráfico sujo e meio embaçado. Eu sei que a nova engine, para quem é fã da franquia, realmente trouxe um salto na questão gráfica, porém, eu esperava algo parecido com o que havia sido mostrado nos trailers, um gráfico mais limpo e menos embaçado.

Eu realmente não ligo para qualidade, mas no novo COD existe uma especie de filtro marrom que não me agradou. Quando for avistar ou eliminar um alvo mais distante, mesmo desativando as opções de "film grain" e "motion blur", o embaçamento e a sensação não sairão definitivamente.

Também há certas áreas que são muito escuras, você só enxergará o inimigo quando aparecer o nome dele em vermelho, só que até lá poderá ser tarde demais. A Infinity Ward falou que até o lançamento irá corrigir a iluminação dos inimigos quando eles estão dentro de edificações.

Ufa! Se você chegou na leitura até aqui, fique mais um pouquinho que este é um dos assuntos mais interessantes da minha análise e o divisor de águas.

Ground Wars (32x32)

Quando eu soube que o COD estava criando um modo semelhante ao do Battlefield, obviamente fiquei feliz por uma outra empresa classe A abrir concorrência com a nossa querida franquia, seria algo incrível para elevar a qualidade dos jogos.

Porém meus amigos, o modo 64 players do COD passou bem longe de trazer uma experiência parecida com o Conquest do Battlefield, se era isso que você estava esperando. Eu imaginei que o Ground Wars traria uma boa emulação de como é o modo Conquista, visto que o modo é praticamente uma copia.


Os veículos estão lá, com exceção dos aviões mas há helicópteros, existe spawn nas bandeiras e até mesmo se posicionar nos membros de pelotão ou nos veículos aliados. Há uma porção da bandeiras espalhadas pelo mapa, que por sinal lembra bastante o mapa ZAVOD (e eu acredito fortemente que foi bem intencional esta semelhança, justamente para lembrar do Battlefield 4).

Mas as semelhanças terminam aí, o que não seria ruim se o modo não fosse uma completa bagunça! Bem, pode ser que para algumas pessoas esse fato talvez torne o modo incrivelmente bom, mas Ground Wars me pareceu um jogo genérico e preguiçoso Free to Play.

A movimentação dos veículos, principalmente dos blindados é terrível, o veículo trava em qualquer parte do mapa. Talvez o Battlefield tenha me deixado mal acostumado, mas eu não consigo aceitar um tanque batendo em qualquer pedra e parando.

Jogar em equipe é algo que, assim como nos outros modos, não há nenhum tipo de incentivo. Podemos nascer nos nossos amigos de pelotão e é basicamente isso. Não tem como marcar ordem, reviver para poder gerar um mínimo de organização entre você e o esquadrão.

Resumidamente, a sensação é de ter mais um dos modos padrões do COD só que para 64 pessoas se matarem. Nesse meu vídeo eu conto mais detalhes sobre o modo 32x32.

Conclusão

No final posso dizer algo obvio mas válido de repetir toda vez: COD sempre será COD e terá toda a sua assinatura que o caracteriza, não precisamos esperar que o COD se torne Battlefield ou vice-versa, já que esta premissa provavelmente não funcionaria para os fãs de cada franquia.

Acho que o melhor é que estes jogos tenham suas diferenças e mesmo apresentando modos de jogo parecidos, suas assinaturas e peculiaridades estarão lá para que cada fã nunca se sinta jogando algo genérico.

Call of Duty vem forte este ano com boas mudanças e uma excelente opção para qualquer jogador de FPS, será um jogo mais competitivo com partidas ranqueadas e focado em mapas menores e na jogabilidade acelerada entre soldados. O Battlefield permanecerá aquele jogo de excelente gráficos com combates em todas as frentes e mapas enormes.

E como eu disse lá no começo, se você está um pouco exausto de guerra antiga e procura uma guerra moderna, talvez o Call of Duty Modern Warfare poderá ser uma boa escolha para esfriar a cabeça.

Nunca esqueça que o mais importante é a sua diversão, se você se diverte com ambos os jogos não há problema.

Eu me chamo HinachiWar sou parceiro do Battlefield Brasil e vou ficando por aqui. Você me encontra nos campos de batalhas!

Comentários

Notícia Anterior Próxima Notícia