Battlefield 3 é criticado pela "crueldade animal"


O movimento pelos direitos dos animais, representado pela PETA, emitiu um comunicado de imprensa na Alemanha criticando Battlefield 3 sobre a "crueldade animal". Especificamente, PETA cita uma missão singleplayer (missão 3) em Battlefield 3, quando o jogador tem que esfaquear um rato, e lançá-lo.

PETA afirma que a matança de um animal, mesmo virtual poderia inspirar os jovens a fazer tais atos na vida real. De acordo com a PETA, os casos recentes de crueldade com animais na Alemanha envolvendo jovens, foram inspirados por jogos e filmes. Como PETA coloca na imprensa:

O realista jogo de computador "Battlefield 3" trata os animais de uma forma sádica. O jogo oferece aos jogadores a opção de matar um rato com uma faca de combate na parte de trás para depois levantá-lo pelo rabo, em seguida, atirá-lo longe. Matar animais virtuais podem ter um efeito brutal sobre o público-alvo jovem do sexo masculino. Houve repetidos casos de crueldade contra animais na Alemanha, onde os jovens mataram os animais. Inspiração por trás desses atos muitas vezes vinham de filmes e jogos de computador.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.