Brasil Game Show (BGS)

Notícias



Battlefield 4 lançou um ano atrás, e ficou muito claro que as coisas não estavam como deveriam. Todos sabemos a história, sobre o horrível lançamento de Battlefield 4 e quanto demorou para deixar o jogo jogável.

Mas enquanto nós como jogadores reclamamos muito, havia pessoas com muito mais em jogo. Investidores que colocaram seu dinheiro na EA viram as ações cair após o lançamento de Battlefield 4, e processaram a EA. E é fácil ver porque: logo antes de Battlefield 4 lançar, executivos da EA descarregaram uma quantia avaliada em $5 milhões no estoque da EA.

De volta em Dezembro de 2013, um grupo de investidores processou a EA sobre declarações falsas e enganosas, dizendo que a EA sustentou Battlefield 4 como um dos melhores jogos do ano, quando na verdade, o jogo foi uma falha total no lançamento. Os investidores perceberam que a EA enganou eles a acreditar que Battlefield 4 seria um grande sucesso.

Apesar que, no final, quando a marca Battlefield já estava manchada, BF4 ainda vendeu milhões de cópias, e ao todo, as ações da EA são uma das ações de melhor desempenho de jogos de vídeo em relação ao ano passado.

A ação judicial foi julgada em favor da EA pela juíza distrital Susan Illston de San Francisco, que disse que a EA não enganou os investidores, eles estavam simplesmente fazendo "declarações acionáveis de opinião, otimismo corporativismo, ou propaganda exagerada". Em outras palavras, a EA estava bem otimista sobre Battlefield 4, mas não mentiu para os investidores.

E você? Concorda com quem neste assunto? Comente abaixo!


Fonte: bf4central.com

EA vence ação judicial sobre o horrível lançamento de Battlefield 4

Battlefield 4 lançou um ano atrás, e ficou muito claro que as coisas não estavam como deveriam. T...


Battlefield Hardline talvez não veja a luz do lançamento esse ano, mas isso não quer dizer que foi deixado pra trás em termos de atualizações. Parece que a desenvolvedora, Visceral Games, está utilizando o tempo para melhorar a experiência do jogador para "Battlefield: Hardline."

Em uma entrevista exclusiva com a VG 24/7, a desenvolvedora revelou que o beta realizado anteriormente para Battlefield Hardline está levando o jogo para outro caminho, com novas armas programadas para mudanças. Indo no feedback dos fãs, ambos positivos e negativos, a equipe teria percebido o trabalho que os espera. O feedback e os pedidos dos fãs para o novo Battlefield requeriu mais tempo, que é parte do motivo do adiamento de Battlefield Hardline para 2015.

Esse não é um desenvolvimento supreendente considerando que Battlefield Hardline terá um tema que é totalmente diferente dos outros Battlefields. Com policiais e criminosos tomando o lugar da guerra entre nações, será totalmente uma nova experiência para os jogadores.

Por causa do feedback, fãs agora podem esperar grandes mudanças para Battlefield Hardline. Essas mudanças incluem armas específicas de facções, armas mais poderosas, mudanças nos modos de jogo e um gameplay "ainda mais interessante."

"É minha esperança que ao falar com a imprensa, as pessoas percebam nossa ideia de grandes mudanças para o jogo," disse o diretor geral da Visceral Games, Steve Papoutsis, em uma entrevista à VG 24/7.

Mesmo com BF: Hardline sendo desenvolvido pela Visceral, o outro projeto da DICE, Battlefield 4, também está no caminho para sua última expansão, a DLC Final Stand. No Battlefield Blog, a desenvolvedora detalhou os desenvolvimentos que a expansão tem sofrido até o lançamento.

As primeiras pistas que a desenvolvedora forneceu aos jogadores é que a DLC Final Stand apresentará ambientes no inverno para seus mapas. Quatro mapas já foram nomeados: Operação Whiteout, Hangar 21, Giants of Karelia e Hammerhead.

A DLC Final Stand também apresentará novo armamento militar futurístico. Algumas das armas são: HT-95 Levkov, a Rorsch MK-1, a XD-1 e o Accipiter. Também haverão novos dispositivos para essa DLC, incluindo o 'Target Detector' para auto-avistar o inimigo e o 'DS-3 Decoy' para confundir os inimigos.

E por último, a DICE também anunciou a disponibilidade da DLC Final Stand no CTE (Teste da Comunindade). O conteúdo que estará disponível através do CTE está muito perto do que será lançado. A única coisa que está faltando sobre a DLC Final Stand é o preço e sua data de lançamento, o que a desenvolvedora pode anunciar brevemente. Entretanto, confira as armas e dispositivos da nova DLC de Battlefield 4.



Fonte: au.ibtimes.com

Battlefield: Hardline & DLC Final Stand: Planos pós-beta, mudanças e novos dispositivos

Battlefield Hardline talvez não veja a luz do lançamento esse ano, mas isso não quer dizer que f...



A Visceral Games está fazendo certas mudanças para Battlefield: Hardline, após receber Feedback de jogadores que participaram no beta do jogo. Esse mesmo feedback é a causa do adiamento de Battlefield: Hardline para 2015.

Dentre as mudanças implementadas no jogo, agora os policiais e criminosos são capazes de carregar suas armas específicas. Além do mais, RPG's e minas terrestres serão mais difíceis de obter: Ambos lados precisarão encontrar esses itens antes de usá-los. Outra coisa introduzida em Battlefield: Hardline é que, se você customizar seu loadout do veículo para ter uma arma específica no porta-malas e você controlar o veículo por certo tempo, o mesmo aparecerá para você usar.

Steve Papoutsis, Diretor geral e produtor executivo de Battlefield tentou explicar porque o jogo foi adiado e o que eles estão tentando alcançar com essas mudanças. "Quando recebemos todo esse feedback incrível nós percebemos que tínhamos muito trabalho a fazer. Conversamos com uma equipe da EA e dissemos que se quisermos fazer qualquer coisa com esse feedback precisaríamos de mais tempo. Andrew Wilson, o novo CEO da EA, uma das coisas que ele quer investir no jogo é escutar aos jogadores e coloca-los em primeiro lugar. Com essa sendo a nova visão para a empresa fez muito sentido para eles nos dar mais tempo."

Outras mudanças incluem o fato que, como na série Bad Company, o 'récuo de impacto' foi reduzido para que os jogadores possam se manter em controle após serem atingidos. Por último, mas não tão importante, agora você pode ir a qualquer soldado que possua um kit de saúde equipado e se curar ao apertar o botão de ação.

Battlefield: Hardline é um jogo em primeira pessoa desenvolvido pela Visceral Games e EA Digital Illusions CE e publicado pela EA Games. Será lançado no começo do ano que vem para PC, PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360 e Xbox One.

Fonte: loadthegame.com

Visceral Games está mudando Battlefield: Hardline baseado no feedback recebido no Beta

A Visceral Games está fazendo certas mudanças para Battlefield: Hardline, após receber Feedback d...


Como sabemos, a DLC Final Stand inclui quatro mapas localizados na Russia: uma paisagem Siberiana em 'Operation Whiteout', campos futurísticos de 'Hangar 21', e a base submarina 'The Hammerhead', e uma fábrica de armas em 'Giants of Karella'.

Essa nova expansão também introduz novos dispositivos. Jogadores podem pilotar o 'HT-95 Levkov', usar o drone voador 'XD-1 Accipiter', e se apoderar da 'Rorsch MK-1', que a DICE promete "fazer os atiradores de elite babar." Há também o detector de alvo que auto-avista o inimigo, como também o 'DS-3 DECOY' que pode ser usado para enganar inimigos pensando que você está próximo.



A DICE anteriormente compartilhou duas armas e protótipos de veículos, que incluem a rail-gun que atira energia cinética, e um Tanque hover.

Fonte: ign.com

Mais detalhes sobre a DLC Final Stand

Como sabemos, a DLC Final Stand inclui quatro mapas localizados na Russia: uma paisagem Siberia...


O mapa multiplayer Strike at Karkand para muitos fãs é considerado como um dos melhores e mais fiel ao estilo da série Battlefield. Mas além dos fãs, o Gameplay Designer David Sirland também o considera um dos melhores mapas e é da opinião de que um título Battlefield sem Karkand, não é um verdadeiro Battlefield.

Algumas semanas atrás, o Gameplay Designer de Battlefield "David Sirland" comentou sobre um possível remake de outros mapas da série Battlefield que poderiam ser liberados como um pacote de expansão para Battlefield 4 (parecido com o que foi feito em Battlefield 3). Esta poderia ser uma série de remakes de mapas clássicos antigos como o "Strike at Karkand" e uma declaração recente feita por Sirlands via Twitter torna cada vez mais provável que pelo menos se pensa duas vezes sobre o que os fãs poderão receber após o lançamento de "Final Stand".

Um Battlefield sem Strike at Karkand não é um Battlefield

Claro que você deve estar ciente de que essas declarações não confirmam nenhum DLC com remakes de mapas clássicos da série, mas também não descarta a possibilidade de seu lançamento. É fato que David Sirland não só tem realizado algumas mudanças na DICE em relação a comunicação com a comunidade, mas também no processo de desenvolvimento do jogo. E isso foi muito benéfico para os fãs e para a própria DICE.

Em uma entrevista de David Sirland na GamesCom deste ano, ficou evidente que ele é a favor de que a série Battlefield "volte às raízes". Com base nisso e em muitas outras ações, estamos convencidos de que David sabe com precisão o que é necessário para Battlefield 4 e por isso temos certeza de que eles (DICE) ainda se concentram em uma ou duas surpresas.

O que você acha de um novo remake do mapa "Strike at Karkand? Qual outro mapa de Battlefield 2 você também gostaria que fosse feito um remake? Deixe-nos sabe nos comentários abaixo.

Fonte: Battlefield-4.net

"Battlefield sem Strike at Karkand não é um Battlefield", um novo pacote com remakes à caminho?

O mapa multiplayer Strike at Karkand para muitos fãs é considerado como um dos melhores e mais fiel...


Battlefield: Hardline recebou um tratamento meio confuso quando o beta saiu para PC e PSN em Junho deste ano. O jogo é parcialmente diferente dos outros Battlefields.

Em uma entrevista ao site totalxbox.com, o produtor executivo de Battlefield: Hardline, Steve Papoutsis, detalhou algumas das mudanças planejadas devido ao adiamento do jogo.

"Sentamos, abordamos coisas que vieram em mente e continuamos com esses dados, e continuamos a testar o jogo, e estamos encontrando boas percepções," ele disse. "E quando sentamos agora para ver como está, com a data que nos deram anteriormente - não seria possível abordar todo aquele feedback, por causa do tempo. Então a empresa disse 'Olha, vamos ficar entre esse conceito de escutar o que os jogadores dizem, e seria inútil para nós para obter todos esses comentários e não ter tempo para incorporá-los.'"

A Visceral anunciou dois novos modos para Hardline: 'Rescue' (ou Resgate), modo competitivo 5 contra 5 onde policiais tem o objetivo de salvar reféns de criminosos, esse modo não possui respawn. 'Hotwire', onde times lutam para manter posse de veículos pelo mapa para alcançar a maior pontuação. Descrito como 'direto dos filmes', esse modo 'trará grandes perseguições de carro e tiroteios'.

Para ampliar a lacuna entre Hardline e os jogos da DICE, a desenvolvedora também reduziu a ênfase em destruição. "Talvez o uso de certas armas pesadas não fazia sentido para os jogadores," afirmou Papoutsis. "Talvez eles questionaram alguns dos itens e decisões que tivemos, então reagimos sobre isso, que nos levou a realizar certas mudanças interessantes."

"Por exemplo, nossas RPGS - É uma arma importante pois é a coisa que você pode usar contra um helicóptero, então retirá-las do jogo fez sentido. Mas você vê em vários filmes onde criminosos e policiais usam as vezes - Bad Boys por exemplo.

"Então, ao invés de colocar a RPG normalmente junto de seu arsenal, tivemos a ideia de que chamamos de 'Lixo na porta malas' onde no seu veículo, você pode dizer 'Ok, o item que estará em meu porta-malas é...' e você pode especificar o RPG. Então agora, há mais risco/recompensa para essa decisão. Você tem de obter um veículo e controlá-lo o suficiente para acessar o porta-malas e receber o seu 'Lixo no porta malas'. Então isso não deixará você por ai correndo com RPGs facilmente."

"Outra coisa que saiu dessa decisão foi a ideia de usar algumas armas pesadas do arsenal como Pickup de Batalha, o que cria esses objetivos secundários para os jogadores caso queiram obter itens mais fortes."

Battlefield: Hardline estará disponível em Fevereiro de 2015 para Xbox One, PS4, Xbox 360, PS3 e PC.

Fonte: totalxbox.com

Como Battlefield: Hardline está mudando para se parecer mais com Bad Boys e menos com Battlefield 4

Battlefield: Hardline recebou um tratamento meio confuso quando o beta saiu para PC e PSN em J...


Como essa semana é sobre a classe Suporte, hoje acompanharemos a evolução desta classe durante os anos.
















Battlefield 2

A classe Suporte entrou na guerra quando Battlefield 2 lançou em 2005. Junto das outras 6 classes, as básicas tarefas do suporte eram similares as de hoje: Providenciar fogo supressivo e reabastecer colegas de equipe com munição. A LMG (Light Machine Gun) é a arma assinada para a classe e aqueles que a empunhavam tinham que dominar a propagação de balas e o cooldown* dessa forte arma de fogo. Os jogadores de suporte em Battlefield 2 também eram equipados com coletes, basicamente deixando sua saúde inicial com 133%.
*O comprimento mínimo de tempo que o jogador precisa esperar depois de usar uma habilidade antes que eles possam usá-la novamente.






Battlefield 2142

Apesar de a batalha se passar no futuro, as qualidades do Suporte de Battlefield 2142 eram intemporais. O time inimigo tinha de ficar atento pelas classes que devastavam as Sentry Guns e tinham a habilidade de detectar soldados invisíveis. Ficando mais precisa a cada tiro, a metralhadora padrão era um monstro nas mãos de um Suporte habilidoso - especialmente com a grande capacidade do pente.






Battlefield: Bad Company

Aceitando ainda mais desafios de suporte para o esquadrão, a classe Suporte de Battlefield: Bad Company tinha o papel de ser curador e especialista em veículos. Pacotes de saúde e furadeira em mãos, os jogadores da classe Suporte tomavam conta de ferimentos e veículos danificados.






Battlefield 3

O Suporte de Battlefield 3 era o retorno do Suporte de Battlefield 2, a distribuição de munição era mais uma vez a responsabilidade dessa classe. Com um arsenal de LMGs, Shotguns, PDWs e mais, o Suporte era uma classe diversa que poderia ser abordada de várias maneiras. Em Battlefield 3 também foi introduzido o sistema de supressão, onde os tiros causariam um borrão em quem estivesse recebendo os tiros. E sim, a amada C4 agora estava nas mãos da classe suporte. Bons tempos!






Battlefield 4

Ainda com LMGs e caixas de munição, a estrada para o estado presente da classe Suporte foi interessante. Em Battlefield 4, ainda precisa-se do suporte para reabastecer munição e o novo pacote de munição - menor que a caixa porém capaz de ser arremessado mais longe - mudou esse processo. Um novo lança granadas, o Airburst, também foi agraciado a classe Suporte. Jogadores da expansão China Rising possuem um novo brinquedinho que é controlado remotamente, o UCAV.

Fonte: battlelog.battlefield.com

A história da classe 'Suporte' em Battlefield

Como essa semana é sobre a classe Suporte , hoje acompanharemos a evolução desta classe durant...

Atualizações

background