Seria esse o fim do domínio de Battlefield no PC?


Mesmo após ser introduzido aos consoles, a casa da série Battlefield sempre foi o PC. Antes de ser lançado para os videogames, ter um PC era uma vantagem pela ótima jogabilidade sandbox e multiplayer que Battlefield oferecia, não existia nada assim para os consoles.

É claro que a DICE fez alguns Battlefield's para os consoles, como o Modern Combat, mas eles eram totalmente diferentes da versão para PC. Isso mudou após um período de pausa dos desenvolvedores, eles lançaram Bad Company, uma nova série, cujo o único objetivo era descobrir como fazer um jogo desse estilo funcionar nos consoles.

Uma das maiores provas disso é o fato de Bad Company 1 não ter sido lançado para PC. A sequência, Bad Company 2 foi lançada para ambas as plataformas, é claro, mas aí as coisas já haviam mudado para sempre. Agora era possível jogar uma versão decente de Battlefield sem ser no PC.

Battlefield 3 seguiu o mesmo modelo, mas diferente de Bad Company 2, o jogo voltou ao "padrão tradicional", não era um projeto secundário com poucos jogadores e mecânica reduzida. Battlefield 3 sofreu o mesmo problema que os jogos anteriores a Bad Company sofreram, a ideia de que os consoles podiam lidar apenas com uma versão inferior do jogo principal.

Mas isso mudou em Battlefield 4, o jogo em que, pela primeira vez, a versão dos consoles foi idêntica ao de PC, (sem contar a geração antiga de videogames).


Battlefield 4 trouxe 64 jogadores para os consoles, a experiência Battlefield que só podia ser vista no PC. E vimos isso novamente em Battlefield Hardline, e agora em Battlefield 1.

Sabendo disso tudo, nunca pensamos que veríamos a versão de PC na mesma posição que o Playstation 3, um console da geração passada, a plataforma com o menor número de jogadores de um Battlefield.

Até o momento deste post, o PC tinha atualmente 134 mil jogadores online, comparado a 194 mil no Xbox One, e 261 mil no PS4. O máximo de jogadores nas últimas 24 horas contam a mesma história. Playstation 4 liderando com 298 mil, seguido do Xbox One com 212 mil, e o PC com apenas 136 mil jogadores.

Nós do BFBRASIL estamos oferecendo a mídia física dos consoles por um preço mais em conta.

Na verdade, no dia 22 de Outubro, um dia após o lançamento do jogo, o número de jogadores ativos no PS4 estava quase igual ao do Xbox One e PC juntos, com um total de 346 mil. Esses números são ainda mais impressionantes quando você percebe que esses jogadores realmente compraram o jogo, não são membros de EA Access ou Origin Access.


O PC não chegou nem perto de 200 mil jogadores ativos, nem mesmo no máximo das últimas 24 horas. Há também uma diferença no pico dos jogadores do PC e dos consoles, o que pode indicar em quais regiões do mundo o jogo é mais popular em cada plataforma. O PC geralmente é mais ativo durante a tarde até a madrugada no horário Europeu, já no PS4 e Xbox One a situação é contrária.

Considerado que a versão do PC está bem otimizada, e o fato desse Battlefield ter sido um dos jogos da série mais estáveis no lançamento, podemos concluir que os jogadores estão preferindo os consoles, não é culpa do jogo estar bugado ou algo assim. É possível que os jogadores de PC tenham visto que seria mais vantajoso migrar para outra plataforma.

Ou talvez o mercado dos jogos de PC não está vendendo o que costumava vender antigamente. O alto preço dos jogos AAA podem ter sido o motivo de muitos jogadores terem ido para outra plataforma, ou até mesmo não terem comprado Battlefield 1.


Deixando de lado a comparação, os números para PC não são baixos. Não demora muito para encher um servidor com 64 jogadores, e atualmente está fácil encontrar servidores lotados para todos os modos de jogo, pelo menos por enquanto. Alguns jogos vendidos na Steam conseguem se sustentar até hoje com muito menos números de jogadores.

Também é difícil dizer quantos desses jogadores de PS4 e Xbox One vão permanecer jogando após três meses, já que ambos os consoles já perderam mais jogadores do que o PC desde o lançamento, e com um novo Call of Duty prestes a ser lançado, e Titanfall 2 que lançou na semana passada, os fãs de jogo de tiro nos consoles vão ter que escolher em qual jogo focar.

Essas estatísticas são um pouco desanimadores. A franquia Battlefield, que nasceu no PC e teve um grande impacto nos jogos de tiro para a plataforma, agora é oficialmente uma série dos consoles. Se você tivesse que escolher, hoje, qual versão comprar, a com o maior número de jogadores seria a melhor opção. O que vocês acham?

Para mais informações sobre Battlefield 1 e outros jogos da série fique ligado no nosso site e nas redes sociais.



Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.