Tudo sobre o combate Corpo a Corpo de Battlefield 1


A I Guerra Mundial foi uma guerra de trincheiras, apesar de várias novas tecnologias surgirem durante esse período, como tanques, e aviões de ataque, uma das principais ferramentas dos soldados era sua arma corpo a corpo, tais como baioneta, pá, porrete e outros. A DICE fez questão de implementar isso em Battlefield 1, como já vimos antes, poderemos fazer uma investida com a baioneta para eliminar os inimigos, e à cavalo teremos uma espada como arma principal. A DICE fala um pouco mais sobre isso, explicando até mesmo qual será a diferença entre usar um porrete e uma arma cortante. Confira:

Dos brutos porretes com pregos até o ataque de baioneta, em Battlefield 1 o combate corpo a corpo é mais detalhado e variado do que nunca. Poucos momentos em Battlefield valem tanto a pena quanto acabar com o oponente com um nocaute, e quisemos aproveitar isso em Battlefield 1, enfatizando ao mesmo tempo o papel que teve o combate corpo a corpo na Primeira Guerra Mundial.

Participe de nossa rifa de um Razer Kraken 7.1 Chroma

A implementação do poderoso ataque de baioneta foi um dos acréscimos mais importantes para atingir esse objetivo. Nesse movimento, você faz uma corrida movida a adrenalina por alguns segundos com sua baioneta bem levantada à sua frente. Partindo para cima do jogador adversário com maestria durante um ataque, você fará um nocaute brutal que a vítima não terá chance de bloquear. Durante o ataque, você será beneficiado com uma velocidade de corrida maior que a normal, e uma pequena redução nos danos de disparos. A adrenalina toma conta mesmo!

Contudo, é arriscado mergulhar de cabeça no ataque. Seu grito alto alertará os inimigos, sua velocidade de manobra é limitada, e, caso o ataque de baioneta falhe, você ficará incapaz de correr durante o período de recarga. Equipar uma baioneta como sua arma principal também afeta negativamente o recuo da arma e a sua rapidez para levantá-la para uma posição pronta para atirar após uma corrida. Escolher uma baioneta também significa que você renunciará indiretamente a quaisquer outros adicionais que você poderia ter equipado. Além disso, a baioneta não é a única opção de corpo a corpo melhorada em Battlefield 1.

Desde a origem dos nocautes com faca em Battlefield 3, o combate corpo a corpo é uma parte integral e empolgante da experiência de Battlefield. Em Battlefield 1, quisemos manter essa empolgação mas tornar o combate corpo a corpo mais profundo e variado. Também quisemos atender ao feedback de jogos anteriores, onde os jogadores podiam ficar bloqueados por um tempo lutando pela faca antes de um ataque frontal, então esses tipos de dificuldades foram removidos do jogo. O cenário da Primeira Guerra Mundial também abriu caminho para várias escolhas únicas no tipo de armas corpo a corpo escolhidas, de maças medievais até pás, picaretas, espadas de cavalaria e mais, e buscamos refletir isso em seu arsenal.


A grosso modo, Battlefield 1 possui três classes distintas de armas corpo a corpo, cada uma com seus próprios prós e contras: facas, porretes e cortantes/especiais. Sua diferença principal está em três estatísticas: a velocidade de ataque, o dano que causam em cada acerto, e a facilidade de realizar um nocaute brutal.

A Primeira Guerra Mundial viu muitos ataques de trincheira nos quais os soldados precisavam ficar em silêncio. Os lugares apertados não davam muito espaço de manobra. Assim, havia uso de várias armas corpo a corpo nessas operações. Enquanto alguns carregavam pequenas facas de trincheira com soco-inglês, outros faziam armas toscas de corpo a corpo com qualquer coisa que encontrassem. Um exemplo que implementamos em Battlefield 1 é simplesmente um porrete pesado, com pregos para causar dano máximo.


Então, enquanto uma faca, por exemplo, causa baixo dano, é a mais rápida para realizar ataques consecutivos e possui uma zona de nocaute muito maior que outros tipos de arma corpo a corpo. Isso significa que se você quiser realizar uma eliminação furtiva por trás, uma faca lhe dará a maior zona atrás do inimigo com possibilidade de realizar um nocaute brutal. Porretes servem para tudo: causam dano médio em velocidade média e possuem uma zona de nocaute de tamanho médio. As armas corpo a corpo cortantes/especiais, como a machadinha, pá e picareta, são as que atingem com mais força, mas também são mais lentas. Também têm a menor zona de nocaute.

Você começa o jogo tendo acesso a um simples porrete, pá e faca. Mas, conforme você avança, você terá a habilidade de equipar armas corpo a corpo mais sofisticadas ou especializadas. Algumas delas podem até ser usadas para cortar arame farpado, destruir barricadas ou danificar veículos leves.

Você poderá experimentar o ataque de baioneta e várias armas corpo a corpo assim que o jogo for lançado, em 21 de outubro. Para mais informações sobre Battlefield 1 e outros jogos da série fique ligado no nosso site e nas redes sociais.


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.