Netcode em Battlefield 4 não será perfeita


Battlefield 3 foi muito criticado em virtude de sua netcode, que causava problemas a alguns gamers. Os jogadores podiam morrer mesmo estando atrás de uma cobertura, havia um atraso nas animações e nas mortes, etc. A DICE já falou anteriormente que está escutando todo o feedback que a comunidade está passando para eles, porém a netcode em Battlefield 4, apesar de melhorada, não será perfeita, disse o chefe de designer Patrick Bach.

Por conta do tamanho do jogo, com todos os veículos, com todos os 64 jogadores, destruição em larga escala, etc, a DICE disse que você nunca poderia ter uma netcode perfeita. A netcode tem que suportar 64 jogadores, os seus 64 movimentos, veículos, armas (Onde cada bala possui um sistema especial de rastreamento), efeitos climatológicos, e muito mais. Portanto, há sempre algo que pode dar errado, de acordo com a DICE.

Em uma nova entrevista, Patrick Bach falou um pouco em relação a melhoria que teremos na netcode em Battlefield 4. Veja o vídeo:



Nós fizemos muito para melhorar a netcode em Battlefield 4, porém eu acho que é importante entender que você nunca conseguirá ter um jogo como o Battlefield 4 com um netcode perfeita. Por conta da quantidade de jogadores, dos veículos, da trajetória das balas, da destruição, etc, você nunca conseguirá ter uma netcode perfeito. Muitas coisas podem dar errado.

Ele acrescentou que a equipe da DICE está colocando a netcode como prioridade máxima e disse que com certeza os jogadores irão notar uma diferença se comparado com o BF3. O jogo irá fluir melhor e a pessoa conseguirá jogar melhor.

Jogos anteriores da série sempre tiveram problemas com as suas netcodes, incluindo o BF3. Dada a escala de jogo, é impossível fazer tudo perfeito. A DICE afirmou que as novas atualizações no motor gráfico Frostbite 3 lhes permitirá atualizar o jogo mais rapidamente, o que será útil aos jogadores que sentirão uma experiência de jogo mais suave.

Equipe Battlefield Brasil.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.