Battlefield 3: Entreterimento e Guerra

O IGN postou um vídeo adicional da entrevista com o Produtor Executivo do Battlefield, Patrick Bach, falando sobre a linha entre diversão e responsabilidade no Battlefield 3.

"Nós, na verdade, priorizamos a diversão. Então se o jogo não for divertido, nós falhamos. Não importa se o jogo é bonito se ele não for divertido.

Exige sempre sensibilidade fazer um jogo sobre guerra, mirar a arma em algo que parece uma pessoa e atirar. Nós vemos isso de duas perspectivas:

A primeira é que se trata de um jogo, é xadrez. Xadrez é sobre guerra, é uma simulação de guerra mesmo que em uma forma crua. Você usa o contexto de guerra para criar um drama neste tipo de jogo. O comportamento caçador-assassino colocado em algum contexto.

Por outro lado, é uma mídia de entretenimento como literatura, ou filmes ou séries de TV. Nós queríamos criar entretenimento, queríamos entretê-lo e fazemos isso no contexto da guerra, o que não significa que somos irresponsáveis. Não queremos fazer más escolhas e forçar maus valores aos jogadores, pois isso é uma experiência interativa, onde o jogador se coloca em uma posição que ele precisa fazer este tipo de coisa. Portanto, fazer coisas ruins no jogo irá fazê-lo parar de jogar, o que para nós, é contra-produtivo. Queremos que você se sinta bem enquanto estiver jogando.

Estou esperando, claro, que mais pessoas joguem e gostem do jogo, do núcleo Battlefield. Porque vemos que quando as pessoas jogam e se esforçam, elas ficam ligadas no jogo, e vêem as qualidades que o Battlefield tem. Eu quero que mais pessoas sintam isso.

Acho que o mecanismo em combinação com nosso time extremamente talentoso, que está construindo o Battlefield 3, juntos irão criar algo único e novo. E creio que se acertarmos todos estes fatores, criaremos algo maior que as partes individuais, e é para isso que estamos nos esforçando."


Agradecimentos ao membro lDuff da BFbrasil que traduziu o video.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.